FANDOM


Esta categoria lista todos os servidores de ikariam que utilizam o idioma Quíchua. Este é um idioma co-oficial de um (1) ou mais países que hospedam servidores de Ikariam. Não existem servidores de jogo (mundos) traduzidos para este idioma, no entanto, é possível encontrar jogadores utilizando-o nas respectivas comunidades (fóruns).

Informações sobre o idioma Editar

O quíchua (qhichwa simi ou runa simi), também chamado de quechua ou quéchua, é uma importante família de línguas indígena da América do Sul, ainda hoje falada por cerca de dez milhões de pessoas de diversos grupos étnicos da Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador e Peru ao longo dos Andes. Possui vários dialetos inteligíveis entre si. É uma das línguas oficiais de Bolívia, Peru e Equador.

Alfabeto Editar

O quíchua usa o alfabeto latino desde a conquista espanhola, porém a lingual escrita é pouquíssimo usada pela falta de material gráfico nessa língua. Até o século XX, o quíchua era escrito com ortografia baseada no espanhol como em Inca, Huayna Cápac, Collasuyo, Mama Ocllo, Viracocha, quipu, tambo, condor, uma ortografia bem familiar a quem usa a Língua espanhola, mantida em todas as palavras que foram do quíchua para outras línguas. Em 1975, no governo de Juan Velasco, no Peru, foi adotada nova ortografia para o quíchua, sendo essa a ortografia preferida pela Academia Mayor de la Lengua Quíchua. As palavras citadas acima, por exemplo, são grafadas como: Inka, Wayna Qapaq, Qollasuyu, Mama Oqllo, Wiraqocha, khipu, tampu, kuntur. Essa ortografia:

  • Usa w em lugar de hu para o som “w”.
  • Distingue velar k de uvular q, onde ambas eram soletradas com c ou qu no sistema tradicional.
  • Distingue as “stops” simples, ejetivas e aspiradas nos dialetos (como o de Cuzco) que têm isso (como khipu acima).
  • Mantém as cinco vogais do espanhol.

Em 1985, outra variante desse sistema foi adotada pelo governo do Peru, usando só as três vogais quíchua. As grafias ficariam: Inka, Wayna Qapaq, Qullasuyu, Mama Uqllu, Wiraqucha, khipu, tampu, kuntur. As diferentes ortografias são controversas no Peru. Defensores das tradicionais alegam que as novas parecem muito "estrangeiras" e que, assim, ficam mais difíceis para quem aprendeu primeiro o espanhol escrito. Os defensores das novas ortografias acreditam que elas vão mais de encontro à real fonologia quíchua e apresentam estudos mostrando que ao se ensinar o sistema de cinco vogais isso causa dificuldades às crianças ao aprender o espanhol depois. Escritores diferem ao tratar palavras vindas de outras línguas. Às vezes elas ficam na ortografia moderna, outras vezes numa ortografia mais adaptada ao espanhol. Exemplo: "Eu sou Roberto" pode ser escrito Robertom kani ou Ruwirtum kani. (-m não é parte do nome, é um sufixo evidencial). Rodolfo Cerrón-Palomino, lingüista peruano, propôs uma norma ortográfica para todas as formas de quíchua. Essa norma, o quíchua estándar ou Hanan Runasimi, aceito por muitas instituições no Peru, foi feito pela combinação de características conservadoras dos dois dialetos mais comuns: o quíchua ayacucho e o quíchua qusqu-qullaw (falados em Cusco, Puno, e na Bolívia e Argentina).


Smallwikipedialogo.png Esta página utiliza conteúdo da Wikipedia (ver autores) com Licença Creative Commons.


Outros Idiomas

Todos os itens (1)

P
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.