FANDOM


Esta categoria lista todos os servidores de Ikariam no idioma neerlandês.

Informações sobre o idioma Editar

A língua neerlandesa (de Nederlandse taal) ou o neerlandês, conhecida também como língua holandesa ou holandês, é uma língua indo-europeia do ramo ocidental da família germânica. É falada por cerca de 25 milhões de pessoas nos Países Baixos (em linguagem corrente designada como Holanda), no norte da Bélgica, no extremo litoral nordeste da França, no Suriname, nas Antilhas Neerlandesas, em Aruba e por certos grupos na Indonésia.

Distribuição geográfica Editar

A língua neerlandesa é falada majoritariamente nos Países Baixos e na Bélgica (sessenta por cento da população) num total de cerca de 23.000.000 de falantes nos dois países. Estimam-se, ainda, mais 19.000.000 de falantes nas Antilhas Neerlandesas, em Aruba, no Suriname e minorias na África do Sul, na Indonésia, na Alemanha e na França. Outras nações que também tiveram significativo um império colonial, como Reino Unido, Espanha, Portugal e França, expandiram suas línguas nacionais pelo dito Terceiro mundo, colocando o inglês,o espanhol, o português e o francês entre as dez mais faladas do mundo. Porém os Países Baixos não lograram colocar seu idioma entre os mais falados, mesmo tendo possuído significativos domínios coloniais. Hoje, a língua é oficial, mas não a única, nos territórios ultramarinos do país: os caribenhos Aruba, Curaçao e Saint Marteen. É também oficial no Suriname, que, junto com a hoje Guiana (cedida aos ingleses em 1831), foi colônia neerlandesa na América do Sul. Onde houve, aliás, um curto domínio neerlandês na Região Nordeste do Brasil (Pernambuco, meados do século XVII). Na África, mais precisamente na hoje África do Sul, os Boers (colonos neerlandeses) se fizeram presentes desde o século XVII, com maior presença mais para o final do século XIX no Transvaal, na Colônia do Cabo, em Natal (hoje KwaZulu-Natal) e no Estado Livre de Orange. Hoje, poucos são os falantes de neerlandês no país, embora o idioma dele derivado, o Afrikaans, tenha, no país, 16 000 000 de falantes. A presença belga na África Central deixou, como idioma, o francês, sem traços significativos da língua mais falada na Bélgica, o neerlandês flamengo (59 por cento, contra quarenta por cento de falantes de francês e um por cento de falantes de alemão). É o caso das hoje nações Ruanda, Burundi e República Democrática do Congo. Na Ásia e no norte da Oceania (Papua-Nova Guiné), houve longo e significativo domínio neerlandês quando da colonização da hoje Indonésia durante quase 350 anos, do Sri Lanka e de partes do sul da Índia por cerca de 150 anos. Porém, a metrópole jamais quis impor a língua neerlandesa nesses territórios, visando a não desestabilizar sua presença na região, ficando assim poucos traços do idioma na Indonésia, exceto por alguma influência em cerca de vinte por cento do vocabulário da língua indonésia atual.

Gramática Editar

O neerlandês possui três classes de vogais e ditongos: seis vogais que são curtas e estão sempre seguidas de uma consoante; dez vogais e ditongos que podem ser longos e precisam ser seguidos por uma consoante; uma vogal que aparece apenas em sílabas não tônicas. Ao contrário do que ocorreu com o inglês, cuja ortografia se manteve inalterada apesar da evolução da pronúncia, o neerlandês foi sujeito a uma série de reformas para se manter em linha com as mudanças na pronúncia. As principais inconsistências na pronúncia das vogais são as de ij e ei, que representam o mesmo ditongo, e a pronúncia de au e aw, que também representam o mesmo ditongo. As vogais livres se escrevem com letras duplas em sílabas fechadas, como vuur (fogo), boot (barco), mas com letras simples em sílabas abertas, como vuren (fogos), boten (barcos). Em contraste as vogais curtas sempre se escrevem com letras simples.

A língua neerlandesa possui as seguintes consoantes: oclusivas p, b, t, d, k; fricativas f, v, s, z, ch, g; nasais m, n, ng; abertas l, r; semivogais w, h, j.

As oclusivas sonoras e as fricativas b, d, v, z, g substituem as surdas p, t, f, s, ch respectivamente no final da palavra. A pronúncia mostra esses exemplos no caso de v e z (plural dieven ladrões, huizen casas, que no singular são dief ladrão, huis casa) mas que não ocorre no caso de b, d, g (plural ribben costelas, bedden camas, dagen dias, que no singular rib, bed, dag, pronunciadas rip, bet, dach.

A ordem da frase é sujeito, verbo e objeto, podendo ocorrer também complemento e verbo em orações subordinadas e verbo, sujeito e complemento na interrogação.

O acento tônico cai normalmente na primeira sílaba, não importando se os prefixos são fracos. Os substantivos se dividem nos de gênero comum, com artigo determinado singular de e os neutros com artigo determinado het. Para ambos os gêneros o artigo determinado plural é de e o indeterminado singular é een. O designador de plural é -en ou -s, como de vrouw (“a mulher”), plural de vrouwen; de prijs (“o preço”), plural de prijzen; de zoon (“o filho”), plural de zonen.

Os pronomes demonstrativos são dit (“isto”), plural deze; die, dat “esse”, plural die. Os pronomes interrogativos são wie? “quem?”, wat? “que?”, hoe? "como?", waar? "onde?", wanneer? "quando?", waarom? "porquê?", etc.

A numeração de 1 a 10: één*, twee, drie, vier, vijf, zes, zeven, acht, negen, tien; 20 twintig; 21 eenentwintig; 30 dertig; 40 veertig; 80 tachtig; 100 honderd.

O neerlandês possui voz ativa e passiva, modos indicativo e imperativo e dois tempos simples no indicativo: presente e passado.

• O acento agudo no "één" é usado para diferenciá-lo do "een", que é o artigo indefinido da língua neerlandesa.

Smallwikipedialogo.png Esta página utiliza conteúdo da Wikipedia (ver autores) com Licença Creative Commons.


Outros Idiomas

Todos os itens (1)

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.