FANDOM


Esta categoria lista todos os servidores de ikariam no idioma Chinês.

Informações sobre o idioma Editar

A língua chinesa (chinês simplificado: 汉语; chinês tradicional: 漢語; pinyin: Hànyǔ) ou (chinês simplificado: 华语; chinês tradicional: 華語; pinyin: Huáyǔ) ou (chinês simplificado: 中文; pinyin: Zhōngwén) é na verdade uma família de línguas que pertence ao ramo sino-tibetano. Aproximadamente a quinta parte dos habitantes da Terra fala alguma forma de chinês como língua materna, tornando a língua chinesa a mais falada no planeta, embora não seja a mais difundida.[carece de fontes] É uma língua tonal, isolante e, basicamente, monossilábica, tendendo ao monossilabismo principalmente na variante escrita, enquanto as variantes faladas (notoriamente o mandarim) costumam fazer amplo uso de palavras dissilábicas e polissilábicas. As raízes lexicais são, no entanto, todas monossilábicas.

Sistema de escrita Editar

O sistema de escrita chinês é logográfico, ou seja, os grafemas são logogramas que denotam palavras ou morfemas. A escrita chinesa, em todas suas variantes, é caracterizada pela ausência de um alfabeto. Os logogramas não transcrevem os sons da fala (fonemas), mas significados, e cada grafema pode ser pronunciado de uma forma completamente diferente de acordo com o dialeto. É muito frequente chamar-se aos logogramas "ideogramas" ou "hieróglifos". No entanto, os ideogramas representam ideias e não tanto palavras ou morfemas, sendo raros os sistemas de escrita das línguas humanas verdadeiramente ideográficos. Cada grafema isolado é lido como uma sílaba diferente. Quando a palavra tem duas sílabas, cada sílaba que a compõe é representada com um grafema diferente. Apenas uma pequena percentagem do total de sinogramas (outro nome para caracteres chineses) são realmente ideogramas ou pictogramas. Por exemplo: para se representar a ideia de "brilho" combina-se as representações de 日,"sol", e 月,"lua", obtendo-se o ideograma 明. A repetição de um pictograma pode levar à criação de um ideograma. É o caso de 木,"árvore", e de 林“bosque” e 森,“floresta”, criados através da sua duplicação e triplicação, respetivamente. O tipo mais comum de caracteres (80% a 90%, dependendo dos autores) são os semântico-fonéticos, constituídos, como o nome indica, por dois ou mais elementos, o fonético, que indica a pronúncia aproximada, e o semântico, indicativo do significado, denominado radical. Por exemplo, em 河 hé ",rio" e 湖 hú "lago", os três traços à esquerda são o pictograma simplificado para rio, enquanto à direita se encontra o elemento fonético. Combinando 氵 "água" e 木 mù obtém-se 沐 mù, “lavar o cabelo”. Este método é muito produtivo para a criação de novos caracteres. Os nomes de muitos dos elementos da tabela periódica são formados desta maneira. 钚 bù, "plutónio", é constituído pelo radical para "metal", 金 jīn, e pelo componente fonético 不 bù ("não"), ou, tal como se descreve em chinês, "不 dá o som e 金 dá o significado". Com a complexidade e variedade de objetos a serem nomeados, muitos acabam sendo designados por mais de um logograma, de modo que os caracteres postos um ao lado do outro geram um novo significado. Por exemplo, a palavra "computador" (電腦) é representada com as palavras "eletricidade" (電) e "cérebro" (腦).

Smallwikipedialogo.png Esta página utiliza conteúdo da Wikipedia (ver autores) com Licença Creative Commons.


Outros Idiomas

Todos os itens (1)

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.