FANDOM


Esta categoria lista todos os servidores de ikariam que utilizam o idioma Basco. Este é um idioma co-oficial de um (1) ou mais países que hospedam servidores de Ikariam. Não existem servidores de jogo (mundos) traduzidos para este idioma, no entanto, é possível encontrar jogadores utilizando-o nas respectivas comunidades (fóruns).

Informações sobre o idioma Editar

O basco (endônimo: Euskara, AFI: [eus̺kaɾa]) é o idioma ancestral dos bascos, povo que habitou historicamente o País Basco, região que abrange uma área do nordeste da Espanha e sudoeste da França. É falado por 25,7% dos bascos em todos os territórios habitados por este grupo étnico (665,800, de um total de 2.589.600 de habitantes). Destes, 614.000 vivem na parte espanhola do País Basco, e 51.800 na parte francesa. Nas discussões acadêmicas a respeito da distribuição do basco na Espanha e França, costuma-se referir às três antigas províncias, na França, e a quatro províncias espanholas. Os falantes nativos do idioma estão concentrados numa área contígua que inclui partes das comunidades autônomas espanholas do País Basco e Navarra, e na metade ocidental do departamento francês de Pirineus-Atlânticos (regiões de Miarritze, Baiona, Maule-Lextarre, Donapaleu). A Comunidade Autônoma Basca é uma entidade administrativa dentro do País Basco etnográfico, binacional, que incorpora as províncias espanholas tradicionais de Biscaia, Guipúscoa e Álava, que conservam sua existência como divisões político-administrativas. Estas províncias e muitas regiões da Navarra são habitadas pelos bascos, porém o idioma basco havia, pelo menos até à década de 1990, praticamente desaparecido da maior parte de Álava, das partes ocidentais da Biscaia e do centro-sul da Navarra. No sudoeste da França, as províncias habitadas pelos antigos bascos eram Labourd, Baixa Navarra e Soule. Estas regiões foram juntadas a outras e consolidadas num único département em 1790, sob o nome de Basses-Pyrénées (Baixos Pirineus), nome que existiu até 1970. Uma forma padronizada do idioma basco, chamada de Euskara Batua, foi desenvolvida pela Academia da Língua Basca (Euskaltzaindia) no fim da década de 1960. O Euskara Batua foi criado para que a língua basca pudesse ser usada - e compreendida com facilidade por todos os falantes do basco - em situações formais (educação, mídia, literatura), e é usado principalmente para isto nos dias de hoje. Este basco padrão é ensinado e utilizado como idioma de estudo - opcional, paralelamente ao espanhol (castelhano) padrão obrigatório - na maior parte dos níveis educacionais da parte espanhola do País Basco, embora a intensidade, o status e os fundos destinados por organizações estatais a esta instrução do idioma basco varie de acordo com a região. Na França, a escola de língua basca Seaska e a associação pela instrução bilíngue (basco e francês) Ikasbi suprem as necessidades de uma ampla gama de necessidades educacionais em basco até a educação secundária, embora tenha alguma dificuldade para superar obstáculos financeiros e administrativos. Além desta versão padronizada, existem cinco outros principais dialetos bascos: o biscaio, o guipuscoano e o alto navarrês, na Espanha, e o navarrês-lapurdiano e o zuberoano na França. Embora recebam seus nomes das províncias histórias já mencionadas, as fronteiras dialetais não são idênticas às fronteiras destas províncias. O basco já era falado muito antes dos romanos introduzirem o latim na Península Ibérica. Por não ter línguas aparentadas conhecidas, o basco é claramente diferente das outras línguas europeias, particularmente aquelas (que são a grande maioria) que têm relações de parentesco entre si no interior da família indo-europeia.

Distribuição geográfica Editar

A região na qual o basco é falado é referida pelos seus falantes como Euskal Herria, ou seja, país dos Bascos, abrangendo os atuais País Basco e Navarra na Espanha (a região Hegoalde ou País Basco do Sul) e três províncias do departamento francês dos Pirenéus-Atlânticos (a região Iparralde ou País Basco do Norte). Segundo José Miguel de Barandiaran (Fundación José Miguel de Barandiaran), a arqueologia e a linguística histórica basca coincide e relaciona-se com a migração sazonal de rebanhos em busca de prados nos pirinéus, na bacia do Rio Ebro, na região da Aquitânia, fornecendo-nos a génese dos nomes bascos nessas regiões. Baseando-se em Luis Michelena, um dos mais conceituados linguistas do idioma basco, afirma que a língua era já falada há cerca de 6000 anos A.C., a sul e a leste da Aquitânia até a região da Catalunha (comprovado com inscrições e nomes de locais). Assim, a partir do século sexto A.C. a cultura indo-europeia sobrepôs-se às outras culturas pré-indo-europeias, extinguindo as outras línguas da Europa, com excepção do basco.


Smallwikipedialogo.png Esta página utiliza conteúdo da Wikipedia (ver autores) com Licença Creative Commons.


Outros Idiomas

Todos os itens (1)

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.